Motorista poderá usar selfie para indicar condutor em multa de trânsito

Por Estadão Conteúdo

Proprietários de veículos multados em São Paulo que não estavam no volante na hora da infração poderão indicar os condutores, para a transferência dos pontos na Carteina Nacional de Habilitação (CNH), por meio de um novo aplicativo desenvolvido pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran) de São Paulo que exigirá o preenchimento de alguns dados e a transmissão de uma selfie do real infrator.

O aplicativo está na disponível para celulares que usam os sistemas operacionais Android e iOS.

Para ter acesso ao sistema, o condutor terá de fazer um cadastro no site do Detran e, depois, baixar o aplicativo.

Em nota o Detran explica o procedimento: "Feito o cadastro, o proprietário deve acessar a opção Indicação de Condutor no app e selecionar a infração. Depois de conferir os dados da infração e do veículo, ele se identifica tirando uma selfie e assinando na tela. Caso o dono do veículo não seja registrado em São Paulo ou até mesmo não tenha CNH, ele pode incluir uma fotografia de um documento de identificação, como o RG", diz o texto.

"Para identificar o condutor que vai receber a autuação, o procedimento é semelhante: preenchimento do CPF, número da CNH, selfie e assinatura. As assinaturas devem sempre ser idênticas às da CNH", informa o órgão.

O acompanhamento do requerimento de transferência de pontos é feito no próprio aplicativo.

A regra vale para quando o dono do veículo não é a pessoa que toma a multa. Para motoristas de veículos de empresas ou, por exemplo, para um pai que empresta o carro para o filho.

"Em média, 5.500 pedidos de indicação são enviados ao Detran.SP por mês, dos quais 3.500 são deferidos", diz Detran.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo