Santo André terá mais 100 ‘fiscais’ no trânsito

Por Cadu Proieti / Metro ABC

A Prefeitura de Santo André autorizou na quarta-feira (11) que 100 GCMs (Guardas Civis Municipais) passem a atuar também como agentes de trânsito, sendo autorizados a aplicar multa nos motoristas que descumprirem o CTB (Código de Trânsito). Os nomes deles foram divulgados nos atos oficiais do município.

Desde fevereiro do ano passado, decreto assinado pelo prefeito Paulinho Serra (PSDB) permite que os agentes de segurança façam autuação de condutores flagrados cometendo infrações. Até então, somente as equipes do DET (Departamento de Engenharia de Tráfego) e policiais eram autorizados a aplicar essas multas.

O então secretário municipal de Segurança Cidadã, Edson Sardano, disse em março de 2017 que, antes de começarem a flagrar irregularidades, os guardas passariam por treinamento para aprimorar o conhecimento deles sobre legislação de trânsito.

O município diz que a publicação feita ontem nos atos oficiais define os 100 GCMs que já estão capacitados a fiscalizar o tráfego de veículos.

Segundo a prefeitura, eles não substituirão os agentes do DET (Departamento de Engenharia de Tráfego), apenas terão autorização para agir quando entenderem necessário. “As atribuições da GCM, portanto, continuam as mesmas”, diz nota da administração municipal.

O Executivo informou que a  cidade conta atualmente com 589 guardas municipais. Os 100 nomeados ontem e que possuem treinamento para o trânsito representam 16,9% deles. O número de novos “fiscais” é mais que o dobro do efetivo atual de agentes de trânsito, de 48 pessoas, segundo a prefeitura.

A administração municipal alega que o decreto de fevereiro do ano passado consistia em reforçar a Operação Sono Tranquilo (contra excesso de som) e a manter a ordem no sistema que regulamenta o trânsito.

Em novembro do ano passado, Sardano, que não é mais secretário, disse ao Metro Jornal que os GCMs já estavam multando desde junho de 2017.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo