Filho de Bolsonaro apresenta projeto para cidadão poder entrar armado em avião

Por Metro Jornal

O Deputado Federal Eduardo Bolsonaro (PLS-SP), apresentou um projeto de lei para permitir que qual cidadão comum que tenha o porte de armas possa entrar armado em qualquer voo sem burocracias.

De acordo com o projeto, o portador da arma teria que apenas comunicar o funcionário da companhia aérea sobre a situação, e não seria obrigado a apresentação da documentação.

Eduardo é filho do pré-candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PLS-RJ). A proposta foi apresentada na última semana e a informação foi publicada na segunda-feira (2) pela jornalista Clarissa Stycer, do jornal O Globo, na coluna de Lauro Jardim.

De acordo com a justificativa do texto, “comprovadamente, a política desarmamentista adotada nas últimas décadas pelos sucessivos governos brasileiros, pautada no 'politicamente correto', ocasionou uma onda crescente da criminalidade, em que os cidadãos se quedam impotentes, diante de criminosos fortemente armados, que não cumprem protocolos burocráticos e intransigentes ao adquirirem verdadeiros artefatos de guerra”.

A Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), entretanto, está adotando medidas que seguem na contramão dessa lógica. Uma nova regra, de janeiro desse ano, restringiu ainda mais o trânsito de passageiros armados. Agora, a autorização é para apenas agentes de segurança que estiverem em serviço.

 

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo