Polícia investiga se morte de menina em Mangaratiba foi acerto de contas

Por Agência Brasil

A Polícia Civil do Rio de Janeiro investiga se os suspeitos de assassinar a menina Brenda Valentina Alves de Oliveira, de 3 anos, nesse sábado (31), em Mangaratiba, no sul do estado, estavam tentando acertar contas com o pai da criança, Maxilei de Oliveira Neves.Segundo policiais, Maxilei disse em depoimento, que, dois dias antes, havia se desentendido com um dos suspeitos, que integraria a quadrilha responsável pela venda de drogas em Conceição de Jacareí, em Mangaratiba.

Maxilei teria dito que, na manhã de ontem, esse homem foi procurá-lo em sua casa, em Mangaratiba, junto com outro homem. Os dois suspeitos tentaram abordar o pai de Brenda no momento que ele saía para trabalhar.

Maxilei contou que tentou fugir no carro, onde já estava Brenda, e, por isso, os criminosos dispararam contra o veículo. Um dos tiros atingiu a criança, que estava no banco traseiro. Ela chegou a ser levada para o Hospital Pedro II, na zona oeste do Rio, mas morreu.

Os dois homens – cujos nomes não foram revelados – já foram identificados pela Delegacia de Mangaratiba (165ª DP), mas a assessoria de imprensa da Polícia Civil não informou se há mandado de prisão expedido contra os suspeitos.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo