Rússia ordena expulsão de mais diplomatas britânicos

Por Estadão Conteúdo

O Ministério de Relações Exteriores da Rússia determinou hoje ao Reino Unido que reduza o número de seus diplomatas em Moscou para o mesmo nível que a Rússia reduziu seu corpo diplomático em Londres, no último lance da guerra diplomática deflagrada pelo recente envenenamento de um ex-espião russo no sul da Inglaterra.

O ministério convocou hoje o embaixador britânico para lhe entregar um protesto pelas "ações infundadas e provocadoras do Reino Unido, que instigaram a expulsão de diplomatas russos de vários nações sem motivo".

Segundo o ministério, Londres terá um mês para cumprir a determinação. O número de diplomatas a ser cortado ainda não está claro.

Mais de duas dezenas de países, incluindo EUA e várias nações da União Europeia, ordenaram a expulsão de mais de 150 diplomatas russos esta semana em solidariedade ao governo britânico, devido ao envenenamento com substância neurotóxica do ex-agente duplo russo Sergei Skripal e de sua filha, Yulia, na cidade inglesa de Salisbury. O ataque ocorreu no último dia 4.

Moscou, que nega estar envolvido no caso, anunciou ontem que irá expulsar o mesmo número de diplomatas dos países que decidiram pela saída de autoridades russas.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo