MTST fecha acordo com Alckmin e receberá 2,4 mil moradias por fim de ocupação no ABC

Por Estadão Conteúdo

Acampados há 6 meses em um terreno particular em São Bernardo do Campo, no ABC paulista, integrantes do MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto) comemoraram um acordo firmado com o governo Geraldo Alckmin (PSDB) que prevê a entrega de 2,4 mil unidades habitacionais para a entidade em troca do fim da ocupação, batizada de Povo Sem Medo.

O acordo foi anunciado como uma vitória da ocupação pelo coordenador nacional do MTST, Guilherme Boulos, neste domingo, 18, com direito à queima de fogos. O governo do Estado, diz ele, vai ceder quatro terrenos na região para construir as moradias, o que deve ocorrer por meio do programa Minha Casa Minha Vida Entidades.

Em nota, a Secretaria de Estado da Habitação afirmou que a finalidade da proposta é "atender e dar dignidade às famílias da ocupação" que se enquadrem nos "requisitos da política pública habitacional". Na ocupação, há cerca de 8 mil famílias. Com 78 mil m², o terreno perto da Rodovia Anchieta pertence à empresa MZM Incorporação e foi ocupado pelos sem-teto no dia 1º de setembro.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo