Suspeito de atirar em Gerson Brenner é preso por homicídio

Por Metro Jornal

Um homem de 38 anos, suspeito de ter participado da tentativa de latrocínio de Gerson Brenner, foi preso por homicídio na madrugada desta segunda-feira (19) no Itaim Paulista, zona leste de São Paulo.

Ao ser abordado por agentes da Polícia Militar, Lusimar Jesus dos Santos contou ter dado uma "gravata" no amigo com quem morava após uma discussão. Ele também confessou ter estuprado a mulher da vítima.

Além disso, afirmou aos policiais ter feito parte do caso que quase matou Gerson Brenner, em 17 de agosto de 1998. O ator trocava o pneu de seu carro quando levou um tiro na cabeça, na Rodovia Presidente Dutra, em São Paulo, e desde então vive com dificuldades de locomoção e de fala.

A princípio, o nome dos dois em documentos não bate: o condenado pelo disparo contra Brenner se chama Luzimar Sabino Santos. Entretanto, o suspeito afirma que seu nome teria sido registrado errado na época.

Apesar de ser um relato surpreendente, investigações ainda irão provar se o que o criminoso diz é verdade.

 

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo