Desembargadora que acusou Marielle de estar 'engajada com bandidos' diz que se precipitou

Por Band News FM

A desembargadora que acusou a vereadora Marielle Franco de estar "engajada com bandidos" e de ter sido eleita com a ajuda do Comando Vermelho diz que se precipitou.

Em conversa com a colunista da BandNews FM Mônica Bergamo, Marilia Castro fez um "mea culpa" e disse que repassou "de forma precipitada" notícias contra a parlamentar do PSOL nas redes sociais.

As declarações geraram forte reação. O partido anunciou que vai acionar a magistrada no Conselho Nacional de Justiça.

A desembargadora também pediu desculpas em sua página no Facebook: "Diante das manifestações contra meu comentário, proferido em uma discussão no Facebook de um colega, a respeito da morte da vereadora Marielle Franco venho declarar o que segue: no afã de defender as instituições policiais, ao meu ver injustamente atacadas, repassei de forma precipitada, noticias que circulavam nas redes sociais. A conduta mais ponderada seria a de esperar o término das investigações para então, ainda na condição de cidadã, opinar ou não sobre o tema".

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo