Assessora de Marielle irá para programa de proteção a testemunhas

Por Rodolfo Schneider/Band News FM

A assessora da vereadora Marielle Franco (Psol) está recebendo proteção policial e deve ser incluída oficialmente em um programa de proteção para testemunhas.

 A Secretaria de Segurança do Rio de Janeiro trabalha com várias linhas de investigação, mas a mais forte aponta para uma execução praticada por milicianos.

Leia mais:

Assessora de Marielle diz que tirou o pé do motorista do acelerador e se jogou pra fora do carro

Alguns fatores corroboram essa tese: o atirador seria um perito em armas, já que fez disparos precisos e todos no mesmo local; a possibilidade de um segundo carro na ação; o fato de os bandidos terem esperado 4 quilômetros para a execução, evitando que os assassinatos acontecessem perto do Batalhão da PM, por exemplo; e a atuação, por 10 anos, de Marielle na CPI das Milícias.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo