Jovem de 24 anos e policial militar morrem em assaltos no Rio de Janeiro

Por Agência Brasil

Duas pessoas foram mortas em assaltos no Rio de Janeiro. A jovem Tarsila Pereira dos Santos, 24 anos, morreu após ser baleada no tórax em uma tentativa de assalto, em Irajá, na zona norte do Rio de Janeiro, na noite deste domingo (11). Um policial militar foi morto na manhã desta segunda-feira (12) durante um arrastão de criminosos na Linha Amarela, que liga à zona norte à Barra da Tijuca.

Ontem, várias pessoas ficaram feridas em ações de criminosos em vários pontos da cidade.

A tentativa de assalto à jovem Tarsila foi vítima ocorreu por volta das 21h30, na Rua Honório de Almeida. A vítima ainda foi levada às pressas para o hospital estadual Getúlio Vargas, na Penha, onde passou por cirurgia, mas acabou morrendo durante a cirurgia. A ocorrência está a cargo da Delegacia de Homicídios (DH-Capital).

Segundo a PM, ladrões abordaram o carro em que Tarsila dos Santos estava e atiraram depois que o motorista, o marido da vítima, se assustou com a ação dos criminosos. Além de Tarsila e seu marido, também estavam no veículo o sogro dela, um primo e a filha do casal, uma menina de 3 anos, que não sofreram ferimentos.

Mais um PM morto

Na manhã desta segunda-feira, o cabo da Polícia Militar Leonardo de Paula da Silva foi morto vítima de um arrastão praticado por criminosos fortemente armados na Linha Amarela, na altura da Vila do João, no Complexo da Maré, zona norte do Rio. O militar estava na pista em direção à Ilha do Fundão, na via expressa, quando tentou fugir da ação dos bandidos e foi baleado em troca de tiros.

Em nota, a Polícia Militar informou que o militar tinha 35 anos de idade, estava na corporação há 8 anos e era lotado na UPP Chatuba, na Penha (zona norte). Com essa morte, sobe para 21 o número de policiais mortos no estado do Rio este ano.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo