Mutirão de catarata irá atender pacientes em São Paulo até o fim de maio

Por Agência Brasil

O governo estadual lançou nesta sexta-feira (9)  o Mutirão de catarata, no qual participarão 35 Ambulatórios Médicos de Especialidades (AMEs) do interior e da capital para fazerem  procedimentos cirúrgicos. Cerca de 6 mil atendimentos deverão ser realizados em todo o estado, aumentando em 50% a demanda. Até o final de maio as operações serão executadas nos AMEs da capital paulista, região metropolitana de São Paulo, interior e litoral.

O lançamento do projeto que teve investimento de R$ 2 milhões extras do governo estadual, foi feito no AME Barradas, na região de Heliópolis, zona Sul da capital. “Nossos AMEs cirúrgicos têm Hospital Dia, em que as pessoas são operadas, passam pela recuperação e seguem para casa à noite. Com isso, conseguimos fazer mais procedimentos. Desde 2010  o AME Barradas fez 9.891 cirurgias oftalmológicas. Assim, esperamos zerar a fila com esse mutirão que envolve 34 AMEs no Estado de São Paulo”, disse o governador Geraldo Alckmin.

Segundo as informações do governo estadual, as AMEs ampliaram em 50% a capacidade de atendimento para atender os pacientes que já têm indicação para fazer cirurgia de caratara e já estão preparados para o procedimento.

As cirurgias já estão em andamento desde o dia 19 de fevereiro. “Decidimos realizar esse mutirão para agilizar os procedimentos cirúrgicos de pacientes com catarata e, consequentemente, melhorar a qualidade de vida dessas pessoas. A ação evidencia e reforça o perfil de alta resolutividade dos nossos AMEs”, disse o secretário de Estado da Saúde de São Paulo, David Uip.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo