Doria afirma que vai reavaliar decreto que prevê segurança a ex-prefeitos

Por band.com.br

O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou nesta sexta-feira (9) que irá debater sobre o decreto que prevê segurança da Polícia Militar para ex-prefeitos durante um ano. O tucano foi entrevistado pelo jornalista José Luiz Datena, no programa 90 Minutos, da Rádio Bandeirantes.

"Vamos reavaliar na segunda-feira (12). Tenho uma reunião com secretários e se acharmos por bem revogar e fizer sentido, não vejo problema nenhum. Esse assunto será discutido", disse.

Ainda de acordo com o prefeito, a legislação não foi feita para benefício próprio.

Doria também contou que tem segurança própria, mas que a Guarda Civil Metropolitana (GCM) que fica em frente a casa dele é para segurança dos vizinhos. "Eles não são obrigados a pagar por isso. Meu muro já foi pichado, já teve protesto em frente e caso de agressão. A GCM está lá para eles", explicou à rádio.

Questionado se seria candidato ao Governo do Estado, o prefeito evitou o assunto mais uma vez. "Tudo tem seu tempo. Passo a passo. Todo nosso esforço está em apoiar Geraldo Alckmin à Presidência da República", declarou.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo