Piloto da American Airlines agride funcionária em Cumbica

Por Rádio Bandeirantes

Um piloto da American Airlines agride uma funcionária da própria companhia no Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos.

O episódio ocorreu nesta quinta-feira (8) , no fim da madrugada, pouco antes da decolagem para Miami, nos Estados Unidos.

Segundo apurou a Rádio Bandeirantes, a discussão começou com uma divergência em relação a procedimentos de embarque.

 Em depoimento à PF, a funcionária, que é brasileira, disse que o piloto a empurrou e apertou o pescoço dela. Já o piloto, americano e também sem a identidade revelada ainda, alega que sofreu antes um pisão no pé.

A Rádio Bandeirantes apurou também que ele é americano, tem 59 anos e trabalha como piloto de avião há 32.

O piloto teve o passaporte retido e, depois de assinar um termo circunstanciado, acabou sendo liberado.

Ele vai responder pelo artigo 129 do Código Penal: “ofender a integridade corporal ou a saúde de outrem”, cuja pena é de 3 meses a 1 ano de detenção.

A mulher, que também não teve a identidade revelada, tem 41 anos e é agente de tráfego da American Airlines há 14.

A partida precisou ser cancelada e a empresa tenta agora reacomodar os passageiros em voos de outras companhias.

Outro lado

A American Airlines divulgou um comunicado se desculpando pelo ocorrido e afirmando que está "cooperando com as autoridades encarregadas do caso e fornecendo apoio aos membros da equipe."

Veja a nota na íntegra:

Na noite passada, antes do embarque do voo AA 930 da American Airlines de São Paulo (GRU) para Miami (MIA), dois membros da equipe se envolveram em uma discussão no túnel que conecta a plataforma ao avião. A companhia está cooperando com as autoridades encarregadas do caso e fornecendo apoio aos membros da equipe. 

O voo AA 930 foi cancelado na noite passada e os passageiros estão sendo acomodados em outros voos ao longo do dia. A American Airlines providenciou acomodações em hotel e vouchers de refeições. Pedimos desculpas aos nossos clientes pelo problema.

A American Airlines não comenta assuntos relacionados aos seus funcionários, mas estamos levando este incidente de forma extremamente séria. Esta é uma investigação legal e estamos cooperando plenamente com as autoridades.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo