Mulher desiste de vender o bebê após conversar com psicóloga de hospital

Por Metro Jornal

A mãe de um bebê recém-nascido, suspeita de participar de um esquema para a venda da criança, se arrependeu do trato após conversar com uma psicóloga do hospital. O caso aconteceu no Complexo Hospitalar de Contagem, a 18 quilômetros de  Belo Horizonte. Quatro pessoas que estariam envolvidas no esquema foram presas. A criança foi mantida sob custódia da polícia.

Segundo o jornal Extra, o diretor-geral do CHC disse que a mãe, de 24 anos, deu entrada no hospital já em trabalho de parto e deu à luz um menino com boa saúde. Os funcionários da unidade começaram a desconfiar da situação ao notar que ela não estava acompanhada nem de parentes, nem de amigos, e que também não tinha levado nenhuma roupa para o bebê.

A partir daí, uma psicóloga foi consultada e o esquema da venda da criança foi revelado.

"No meio da conversa, a mãe começou a chorar e a dizer que ia entregar a criança para uma pessoa. Contou que estava com medo e precisando de ajuda.", disse o diretor do hospital ao jornal Extra.

No dia seguinte ao parto, um homem apareceu no hospital se identificando com o pai da criança. Após a chegada dele, outras três pessoas apareceram na unidade.  Entre os envolvidos, havia um casal do Rio de Janeiro e o outro de procedência desconhecida. Os quatro foram presos e levados para a delegacia de plantão da cidade.

 

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo