CPTM adia contratação de manutenção em trilho da Linha 10-Turquesa

MP apura falta de segurança em trecho entre as estações Capuava e Mauá

Por Cadu Proietti - Metro Jornal ABC

A CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) suspendeu a licitação para contratação de empresa que faria a manutenção preventiva e corretiva dos trilhos em que passa a linha 10-Turquesa, que atende o ABC, passando por São Caetano, Santo André, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra. 

O comunicado foi publicado na edição da última quinta-feira do Diário Oficial do Estado. A abertura das propostas estava prevista para acontecer na próxima sexta-feira, mas agora o processo foi suspenso sem data para ser reaberto, segundo o texto publicado pela estatal.

A CPTM informou, por meio de nota, que o adiamento foi feito por conta de questionamentos das empresas interessadas na concorrência, o que necessitou de avaliação da área técnica sobre os pontos levantados. A companhia estadual promete republicar o edital nos próximos 45 dias.

Na semana passada, o Metro Jornal mostrou que o Ministério Público de São Paulo abriu inquérito civil para investigar suposta falta de manutenção e riscos de acidentes na linha 10-Turquesa.

Segundo a promotoria, entre as estações Capuava e Mauá, ambas na mesma cidade, o trem reduz a velocidade de 90 km/h para 20km/h porque o trilho é antigo e deve ser substituído.

Na ocasião, a companhia admitiu que a manutenção da via da linha que passa pelo ABC está sendo realizada com equipe própria porque o contrato com empresa terceirizada para esse tipo de serviço foi encerrado por decisão da empresa contratada. No entanto, a CPTM afirma que os operários da companhia são capacitados para garantir a segurança operacional da ferrovia. 

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo