5 apps que ajudam as mulheres a se sentirem mais seguras

Por Metro Jornal

Na sociedade tecnológica e ultraconectada dos dias atuais, a luta pelo fim da violência contra as mulheres também tem vez. Estamos acostumados a ter em nossos celulares aplicativos com diversos objetivos, seja para se relacionar com os amigos, pagar as contas bancárias ou até mesmo se divertir com jogos.

Mas os apps também podem servir na hora da segurança: seja para denunciar ou se previnir de algum assédio, as mulheres contam com vários deles para receber ajuda. Veja uma lista com 5 aplicativos que podem ser bem úteis.

1. Localizador de Família Life360

Infelizmente, é comum mulheres se verem em situações de perigo no dia a dia. Um aplicativo que pode ajudar nesses momento é o Localizador de Família Life360, que envia alertas de socorro para contatos pré-selecionados.

É possível separar os contatos em grupos distintos. Com esse recurso, dá para direcionar as informações de acordo com o local em que a pessoa estiver ou for – útil na hora de receber ajuda mais rápido.

Uma vez acionado o botão do pânico do app, os contatos recebem um email, mensagens de texto, coordenadas de rastreamento por GPS e uma ligação telefônica. Logo, mesmo que o celular esteja desligado, eles serão notificados de alguma forma.

Além deste, vários outros aplicativos mais simples também tem propostas semelhantes, como o bSafe ou o Malalai, por exemplo.

2. Chega de Fiu Fiu

Não é exatamente um aplicativo para celular, mas sim uma plataforma online. Nela, as usuárias compartilham relatos de assédio e violência sexual – inclusive anonimamente -, marcando em um mapa onde aconteceu. A ideia é alertar sobre possíveis riscos que aquele local possa oferecer.

Quem viu algo também pode fazer o relato. Basta entrar no site do Chega de Fiu Fiu e cadastrar a história.

3. Clique 180

Uma das atitudes mais importantes em casos de assédio e violência sexual é fazer uma denúncia aos órgãos públicos. Só assim pode acontecer a investigação e punição dos culpados. Além disso, também é a partir dos boletins de ocorrência que são feitas as estatísticas, fazendo com que as autoridades reforcem a segurança.

O app Clique 180 reúne todos os tipos de informações úteis às mulheres vítimas de violência. Nele, existe um passo a passo detalhado sobre como agir e que tipo de serviço procurar em cada tipo de situação. Também conta com uma ferramenta colaborativa semelhante ao Chega de Fiu Fiu. O aplicativo tem a Lei Maria da Penha na íntegra.

4. Lady Driver

Assédio na hora de pegar um táxi também é outra realidade cruel. Pensando nisso, o Lady Driver cadastra apenas motoristas mulheres para conduzir as viagens.

Além do Lady Driver, também tem o Venuxx e o Femitaxi, com a mesma proposta. Funcionam principalmente na cidade de São Paulo.

5. Parto Humanizado

O objetivo principal deste aplicativo é informar sobre violência obstétrica. Segundo os idealizadores, muitas mulheres sofrem violência da equipe médica sem saber, através de procedimentos tidos como de rotina.

No app Parto Humanizado, além de informações sobre os tipos de violência no momento da gestação, também existe um mapa com indicações de doulas, grupos de apoio ao parto e maternidades próximas.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo