Novo 'Gatilho' para reajustar água em SP será discutido, diz secretário

Por Estadão Conteúdo

O secretário de Recursos Hídricos de São Paulo, Benedito Braga, disse neste sábado, 3, que o novo "gatilho" para reajustar a tarifa de água e esgoto ainda será discutido. A medida, segundo ele, deve levar em conta "questões de incentivo ao uso racional".

Conforme o Estado revelou, a Agência Reguladora de Saneamento e Energia de São Paulo (Arsesp) decidiu criar um "gatilho" para reajustar automaticamente a tarifa da Sabesp quando houver uma "variação anormal" do consumo médio de água da rede, como ocorreu na crise hídrica (2014-2015).

Se a população diminuir muito o consumo e isso tiver efeito negativo nas receitas da Sabesp, a conta vai encarecer.

"É uma ideia para manter a saúde financeira da Sabesp, mas existem questões de incentivo ao uso racional da água que precisam ser colocadas nesse contexto também", afirmou Braga, na inauguração da obra de transposição de água Jaguari-Atibainha, para socorrer o Sistema Cantareira se houver novo cenário de seca extrema.

Também perguntado ontem sobre o "gatilho", o governador Geraldo Alckmin (PSDB) disse que era Braga quem comentaria o assunto.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo