Fevereiro é o mais seco em 13 anos e acende alerta

Tendência é que chuvas sigam irregulares neste mês. Cantareira marcava 52,4% de sua capacidade ontem, e Sabesp diz que sistema está mais interligado após obras

Por Metro Jornal São Paulo

Tradicionalmente chuvoso, o mês que terminou ontem foi o fevereiro mais seco desde 2005, segundo medição do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), com 102,2 mm. A tendência é que o verão siga com chuvas irregulares. De acordo com o Inmet, só choveu em oito dias do mês passado, quando a média são 16.

São dados que voltam a atenção aos reservatórios de água, e o Cantareira, o maior dos que abastecem a região metropolitana, estava na quarta-feira com 52,4% de sua capacidade. Menos do que os 57% do último dia de fevereiro de 2013, um ano antes da crise hídrica.

Para este mês,  Thomaz Garcia, meteorologista do CGE (Centro de Gerenciamento de Emergências) diz que a previsão é que as chuvas continuem irregulares: “Não vai ter chuva para compensar essa falta de fevereiro e dos outros meses do verão”, afirmou.

Professor de engenharia hídrica da Universidade Presbiteriana Mackenzie, Antônio Giansante lembra  que a água consumida na Grande São Paulo é trazida de fora, o que tornaria necessárias campanhas permanentes de uso racional da água, sem desperdício, para quem mora na região.

Ele também analisa que os eventos meteorológicos extremos estão ocorrendo mais proximamente, o que torna mais difícil prever se os reservatórios serão abastecidos. “Não temos controle sobre a chuva, então vamos controlar o que está a nosso alcance, o consumo.”

Sabesp

Em nota, a Sabesp informou que hoje existem mais interligações entre os sistemas que abastecem a Grande SP e que há maior capacidade de tratamento de água devido a obras executadas durante a crise. De acordo com a companhia, neste mês haverá aumento da oferta de água com o início de operação do sistema São Lourenço e da interligação do reservatório Jaguari, na bacia do Paraíba do Sul, com o Atibainha, do Cantareira.  

arte
Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo