São Paulo divulga 32 das 53 metas prometidas por Doria para a cidade

Por Metro Jornal São Paulo

Das 53 metas que colocou para a administração, a gestão de João Doria (PSDB) divulgou o resultado obtido no primeiro ano para 32 delas. A justificativa é que esses são os itens que já podem ser mensurados após um ano de gestão.

Entre elas, o resultado de duas é o objetivo fixado:  100% das denúncias contra populações consideradas vulneráveis atendidas pela rede municipal de direitos humanos foram encaminhadas para os órgãos competentes e o tempo médio para abrir uma empresa considerada de baixo risco está em cinco dias na cidade, de acordo com o documento da Secretaria de Gestão.

No campo da zeladoria, área que lidera as demandas dos moradores da cidade ao serviço 156, a meta que traz resultados dá conta de 96 ações concentradas de zeladoria urbana. O objetivo fixado pela administração é que as ações alcancem “200 eixos e marcos estratégicos da cidade”.

O plantio de 18.934 árvores ao longo do ano passado está longe do objetivo de 200 mil fixado. Também na área ambiental, o documento relata 126.912 toneladas de resíduos sólidos que deixaram de ir para aterros sanitários, ante objetivo de 500 mil para os quatro anos –e destaca que a meta para o biênio 2017/2018 era redução de 112 mil toneladas, já alcançados, então.

A prefeitura quer ainda, com ações que vá implantar, reduzir em 10% os crimes de oportunidade (roubos e furtos) até o final da gestão. No primeiro ano, observou queda de 0,98%.   

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo