Cidade da Criança em SBC pode mudar de gestor

Por Metro Jornal ABC

A Prefeitura de São Bernardo lançou chamamento público para apresentação de estudos de novo modelo operacional da Cidade da Criança. O parque, que completa 50 anos de funcionamento neste ano, já é operado por uma empresa particular.

O Aquário de São Paulo é responsável pela gestão das atrações desde 2010, em contrato assinado durante a gestão do ex-prefeito Luiz Marinho (PT).

A publicação, por enquanto, é apenas uma consulta ao setor privado, mas sinalização insatisfação do atual governo sobre o serviço prestado. “Por se tratar de um equipamento único, aonde não se consegue apreciar o valor de mercado, o chamamento é uma ferramenta que permite o setor privado opinar sobre as melhores maneiras em que o local pode ser explorado. E da mesma forma possa valorizar quanto vale um equipamento deste porte e até mesmo qual seria o melhor modelo de negócio”, esclareceu a prefeitura.

A reportagem procurou o Aquário de São Paulo, mas não obteve retorno.

A Cidade da Criança nasceu dos cenários da novela Redenção em 1968. A estrutura era parte das atrações. No auge de seu funcionamento, ao menos 20 mil pessoas visitavam o local por domingo.

O pior momento do parque foi nos anos 2000, quando ficou fechado por cinco anos. O então prefeito William Dib retirou os permissionários e anunciou um parque educativo. Em 2009, quando Marinho assumiu, a Cidade da Criança passou por mais obras e foi reaberta em 2010 com parte das atrações originais.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo