Carretas da saúde percorrem São Paulo realizando mamografias; resultados saem em até 48h

Por Metro Jornal

Fazer um acompanhamento médico é fundamental para a prevenção de doenças. Mas para mulheres que moram em cidades afastadas da capital paulista nem sempre é possível realizar exames com a frequência adequada. Segundo o Inca (Instituto Nacional de Câncer), são esperados cerca de 60 mil novos casos de câncer de mama em todo o país neste ano.

O número alarmante fez com que a Secretaria Estadual da Saúde organizasse o programa "Mulheres de Peito". Quatro carretas irão percorrer todo o Estado de São Paulo para realizar mamografias em mulheres com idades entre 50 e 69 anos. O procedimento é gratuito e  não exige pedido médico.

Após a realização do exame, as imagens são encaminhadas ao Sedi (Serviço Estadual de Diagnóstico por Imagem) e o resultado sai em até 48h. Caso seja detectado alguma alteração, a paciente será encaminhada para acompanhamento e tratamento em unidades da Rede Hebe Camargo de Combate ao Câncer mais perto de sua residência.

A ideia é conscientizar a população feminina sobre os riscos do câncer de mama e possibilitar a detecção precoce de tumores malignos, mesmo em fases em que a paciente não apresenta nenhum sintoma.

Nas unidades móveis, que têm capacidade de atender até 50 mulheres por dia, estará uma equipe multidisciplinar composta por técnicos em radiologia, profissionais de enfermagem, funcionários administrativos e um médico ultrassonografista.

No momento, o veículo se encontra na Praça Ana Maria Libertucci Salzano, em frente ao Terminal Rodoviário de Porto Ferreira, na região de Araraquara, até o dia 10 de março. As carretas fazem atendimento de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h, e aos sábados, das 9h às 13h, exceto feriados.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo