Doria ‘resolveu’ menos do que Haddad pelo número 156

Por André Vieira/Metro Jornal

Segundo as estatísticas do 156, principal canal de comunicação dos cidadãos com o governo municipal, pelo qual a população pode registrar solicitações de serviços como fechamento de buracos e pavimentação de vias, poda de árvores, varrição e limpeza de praças, entre outros, o ex-prefeito Fernando Haddad (PT) obteve um melhor desempenho na resolução das queixas em seu último ano de mandato do que o atual perfeito, João Doria (PSDB), em seu primeiro ano à frente da prefeitura.

De acordo com dados disponíveis no Portal da Transparência da Prefeitura de São Paulo, em 2016 – último ano da administração petista – foram registradas 778,7 mil demandas pelo 156. Destas, 71% foram atendidas e 15% foram deixadas em espera.

Já em 2017, no primeiro ano da gestão Doria, o sistema registrou 732,8 mil pedidos (6% a menos). Deste total, 66% foram finalizados e outros 28% ficaram aguardando atendimento.

Zeladoria lidera

A maior parte das demandas que chega pelo 156 diz respeito à ações de zeladoria. Entre os sete principais serviços de manutenção e controle da poluição (árvores, tapa-buraco, calçadas, corte de mato, varrição, remoção de veículos abandonados e PSIU), a gestão Haddad atendeu 197,6 mil pedidos e a gestão Doria, 174,8 mil.

Nestas mesmas áreas, a administração Haddad deixou 59,8 mil demandas sem atendimento enquanto o governo Doria não respondeu a 111,7 mil solicitações (veja detalhes abaixo).

Promessa de melhora

Em entrevista exclusiva ao Metro Jornal no início do mês, o prefeito Doria foi questionado sobre a comparação com  Haddad no atendimento pelo 156 e afirmou que foi prejudicado pela “falta de recursos”.

O atual prefeito disse que herdou déficit de R$ 7,5 bilhões [o governo passado diz ter deixado R$ 3 bilhões em caixa] e que isso comprometeu investimentos em zeladoria ano passado.

Sobre a diferença nos percentuais de demandas atendidas, Doria afirmou ver os números com “absoluta normalidade”.

“Estamos aperfeiçoando ainda mais o programa de zeladoria para que esse atendimento possa estar no limite máximo possível de presteza, rapidez e atendimento”, disse o prefeito.

Doria arte
haddad
Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo