São Caetano projeta ‘Poupatempo da Saúde’ na avenida Goiás

Por Cadu Proieti / Metro ABC

A Prefeitura de São Caetano promete implementar um “Poupatempo da Saúde” na cidade até o fim do mandato do prefeito José Auricchio Júnior (PSDB), em 2020. O novo equipamento deve concentrar atendimento de várias especialidades médicas de alta e média complexidade. A informação foi dada ao Metro Jornal pela secretária de Saúde do município, Regina Maura Zetone.

Segundo ela, a expectativa é que o novo complexo hospitalar da cidade funcione na esquina entre as avenidas Goiás e Senador Roberto Simonsen. Nesse local,  está hoje o Centro de Saúde Dr. Manoel Augusto Pirajá da Silva, que já atende pelo menos 18 especialidades.

“O projeto inicial seria nesse ponto, que tem um prédio que teria que ser implodido para a construção de  um novo edifício. Depende da disponibilidade de verba.  Não dá para (tirar do papel em) 2018. Seria algo para o próximo ano ou o último do mandato (2020). Mas é um projeto que está no nosso plano de governo e vai ser implantado”, afirmou Regina Maura.

O termo “Poupatempo da Saúde” surgiu no ABC durante a campanha eleitoral que elegeu Aidan Ravin (PSB) prefeito de Santo André em 2008. Ele prometia implementar um equipamento do tipo na cidade, mas, no final das contas, o que foi aberto foi um AME (Ambulatório Médico de Especialidades), com recurso de instalação e custeio do governo estadual – na ocasião, a prefeitura andreense apenas doou o prédio onde funcionava a Secretaria de Obras e Serviços Públicos, na Vila Luzita.  No ABC, além de Santo André há também um AME em Mauá.

“O nosso seria municipal, com verba própria”, explicou a secretária de Saúde de São Caetano.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo