Febre amarela fecha parque do Carmo em São Paulo

Animal encontrado morto no local teve doença confirmada por exame ontem. Com isso, distrito de Aricanduva será incluído em vacinação com dose fracionada a partir de amanhã

Por Eliane Quinalia

A confirmação de que um macaco encontrado morto no parque do Carmo (zona leste) tinha febre amarela levou a Secretaria do Verde e Meio Ambiente a decidir fechar o local de maneira preventiva a partir desta quinta-feira.

Além disso, está recomendado que a população não frequente o parque linear Rio Verde – esses locais não têm cercas ou portões e, então, não é possível impedir o acesso a eles.

Com essa medida, já são 22 os parques municipais fechados na cidade para prevenir a transmissão da febre amarela e sete parques lineares com recomendação de não frequentar. Além desses, o Zoológico, o Simba Safári e o Jardim Botânico, todos  estaduais e na zona sul, também estão fechados, pelo mesmo motivo.

Vacinação no Aricanduva

Devido à confirmação da doença no animal, a Secretaria Municipal de Saúde vai incluir o distrito de Aricanduva na campanha de vacinação a partir de sexta-feira.

Das 8h às 17h, as UBSs Jardim Iva, Vila Nova York e a AMA/UBS Integrada Vila Antonieta passarão a aplicar a vacina fracionada contra a doença.

O atendimento será feito com senha, entregue em casa ou retirada pelos moradores nas unidades.

Outros distritos localizados no entorno do Parque do Carmo já estavam vacinando desde o último dia 25 de janeiro.   

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo