Irmãs siamesas iniciam separação no HC de Ribeirão Preto

Por Metro Jornal São Paulo

As irmãs Maria Ysabelle e Maria Ysadora, de 1 ano e sete meses, são gêmeas siamesas e passaram pela primeira cirurgia para separação no sábado. O procedimento, realizado no HC (Hospital das Clínicas) de Ribeirão Preto, levou sete horas e transcorreu como o planejado.

Esta foi a primeira de quatro etapas necessárias para a separação total das irmãs – o que está previsto para acontecer em novembro. Nesta primeira fase, médicos iniciaram a  separação vascular das meninas, que, apesar de unidas pela cabeça, não dividem o mesmo cérebro. Elas seguem internadas na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do hospital.

Vindas do Ceará, as irmãs são acompanhadas há um ano por cerca de 30 profissionais no interior de São Paulo. Além de médicos do HC, uma equipe do neurocirurgião norte-americano James Goodrich, referência mundial no assunto, também está envolvida no caso.

Todo o procedimento de separação tem o custo aproximado de R$ 100 mil e está sendo custeado pelo SUS (Sistema Único de Saúde). 

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo