Diadema confirma sexto caso de febre amarela na região

Por METRO ABC

A Prefeitura de Diadema confirmou nesta segunda-feira o primeiro caso de febre amarela da cidade. De acordo com a gestão municipal, o paciente contraiu a doença em Minas Gerais e passa bem.

Com isso, a região chega ao sexto caso confirmado da doença, sendo outros dois em Santo André, dois em São Bernardo e um em Ribeirão Pires. Deste cenário, dois pacientes morreram, um em Santo André e outro em Ribeirão. Além disso, um dos casos de São Bernardo foi constatado como autóctone – quando o vírus é contraído dentro do próprio município. O restante é importado de outros locais.

Campanha prorrogada

Diante da situação de baixa adesão, inclusive no ABC, a campanha de vacinação contra a doença foi prorrogada até o dia 2 de março em todo o Estado de São Paulo. O anúncio foi feito ontem pela Secretaria de Saúde.

Desde o início da campanha, 841.037 moradores da região foram vacinados contra a febre amarela, cerca de 36% da cobertura estipulada. A meta definida pela equipe estadual é imunizar 2,3 milhões dos moradores até o final da campanha. No entanto, para que o objetivo seja alcançado, cerca de 1,5 milhão de pessoas ainda precisam comparecer aos postos de vacinação nas próximas duas semanas.

“Decidimos prorrogar a campanha para garantir que todas as pessoas que precisam sejam vacinadas. A imunização é a principal forma de proteger a população contra a doença”, afirmou a diretora de imunização da secretaria, Helena Sato. 

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo