Agentes de trânsito poderão ter direito a porte de arma; entenda

Por Metro Jornal

Uma proposta de emenda à Constituição prevê que agentes de trânsito sejam considerados responsáveis pela segurança pública. A medida leva em consideração o risco a que esses profissionais estão expostos diariamente e representa na prática, por exemplo, o direito à posse de arma. Hoje, integram essa categoria policiais federais, rodoviários federais, ferroviários federais, civis, militares e bombeiros militares.

PEC398/17, do deputado Cabo Sabino (PR-CE), ainda precisa passar por análise da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania da Câmara dos Deputados. "Não vemos justificativa plausível para que esse direito lhes seja negado, uma vez que as atividades por eles desenvolvidas em tudo se assemelham a outras categorias que realizam trabalhos de policiamento ostensivo", justifica o texto.

Caso a comissão aprove a admissibilidade da proposta, ela deverá ser examinada por comissão especial quanto ao mérito e levada a votação no Plenário em dois turnos.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo