Em São Paulo, 60% do esperado não se vacinou contra febre amarela

Por Metro Jornal

A uma semana do fim previsto para a segunda fase da campanha de vacinação contra a febre amarela, em 23 distritos das zonas sul e leste de São Paulo, mais de 2 milhões de pessoas –cerca de 60% do esperado– ainda não tomaram a dose.

Nem o dia D da vacinação, realizado no último sábado, contribuiu para chegar ao menos à metade dos 3,9 milhões que a Secretaria Municipal da Saúde estimava imunizar nesta fase. Até o momento, 1,564 milhão de pessoas tomaram a dose nesses locais, e a pasta reforçou a necessidade de quem mora em área de campanha de se imunizar.

Casos da cidade
De acordo com dados da Secretaria Municipal de Saúde, até o momento cinco pessoas contraíram febre amarela silvestre na cidade de São Paulo e três delas morreram em decorrência da doença. Os cinco casos são de moradores ou frequentadores de áreas próximas à Serra da Cantareira, de acordo com a pasta.
As três pessoas que morreram com febre amarela contraída na cidade eram moradoras do bairro do Mandaqui (zona norte). Uma delas é uma mulher de 55 anos e os outros dois eram homens, de 24 e 34 anos.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo