Em São Caetano, sistema inédito permite que crianças experimentem uniforme antes de comprar

Por Metro ABC

Calças curtas ou compridas demais, jaquetas    imensas com mangas e punhos apertados ou muito folgados são passado na rede de ensino municipal de São Caetano. Com o cartão-uniforme no valor de R$ 200, fornecido neste ano pela primeira vez pela prefeitura, os pais são, a partir de agora, os responsáveis pela compra do kit composto por sete peças padronizadas pela Secretaria de Educação.

   Mas, segundo os pais ouvidos pelo Metro Jornal, a principal vantagem é a possibilidade de poder levar seus filhos para experimentarem as roupas nos tamanhos adequados antes da encomenda.

O novo sistema de aquisição de uniforme escolar, inédito entre as prefeituras do ABC, agradou o público-alvo. “Agora pode experimentar as roupas. Antes, o aluno tinha de usar o que era entregue pela escola, com tamanhos maiores ou menores que a criança.  No caso da minha filha, sempre vinha a calça mais curta”,  afirmou o garçon Alexson Júnior da Silva, 33 anos, morador do bairro Nova Gerty, que levou a filha Esther Mellissa, 5 anos, na Moda ao Ponto, uma das  malharias da cidade.

No total, estão sendo produzidos e entregues  em torno de 140 mil kits de uniforme para os cerca de 20 mil alunos da rede de ensino municipal, entre educação infantil e ensinos fundamental e médio.

Algumas empresas permitem, inclusive, que se adquiram peças de numeração diferentes – blusa de um número e calça de outro – conforme as características de cada aluno. O que também agradou a autônoma Zenaide Ferreira da Silva, do bairro Barcelona, que tinha ido buscar o kit uniforme na RKZ Confecções, no mesmo bairro, para o filho Diego, 8 anos.   “Achei muito bom pelo fato de, agora, escolher a roupa no tamanho”, disse.

A compra pode ser feita tanto em confecções do município quanto de outras cidades.  

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo