Folião que havia sumido é achado morto na República

Por Metro Jornal
Bruno estava na capital há seis meses - Reprodução
Folião que havia sumido é achado morto na República

A Polícia Civil investiga o que provocou a morte de Bruno Lima da Silva, 30 anos, que havia desaparecido depois de sair de casa dizendo que ia para um bloco no pré-Carnaval e foi encontrado morto na praça da República, no centro, na segunda-feira.

Bruno é natural do Mato Grosso do Sul – para onde o corpo foi levado e enterrado ontem – e estava em São Paulo havia seis meses para acompanhar o pai, que passou por transplante e faz tratamento de saúde.

No domingo, ele disse que iria para um bloco na região da avenida Paulista e não voltou. O pai desconfiou de algo errado depois de receber mensagens informando tentativas de compras no cartão de crédito do filho, no valor total de R$ 4 mil.

Questionada pelo Metro Jornal, a Secretaria de Estado da Segurança Pública não respondeu se havia alguma marca de violência no corpo da vítima. Em nota, a pasta informou que o corpo foi encontrado já sem vida na praça e sem documentos. O caso foi registrado como morte suspeita e as investigações seguem em andamento.  

Loading...
Revisa el siguiente artículo