Quatro postos de gasolina são fechados por fraudar combustível em São Paulo; veja quais

Por Metro Jornal
Tony Winston/Agência Brasília
Quatro postos de gasolina são fechados por fraudar combustível em São Paulo; veja quais

Quatro postos de gasolina foram fechados nesta quinta-feira (8) pela Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo por fraudarem combustível. A fraude volumétrica foi verificada pelo Ipem (Instituto de Pesos e Medidas), que constatou irregularidades nas bombas de abastecimento.

Veja quais foram os postos afetados:

No posto Orlando Nino Fernandes – ME (na rua do Manifesto, 1.372 – Ipiranga), havia bombas de abastecimento com mecanismos que adulteravam o volume do combustível comercializado em até 11% do produto vendido ao consumidor. Endereço e atividade comercial também estavam irregulares no cadastro do estabelecimento.

Posto Orlando Nino Fernandes Posto Orlando Nino Fernandes / Divulgação/Secretaria da Fazenda

Outro posto, da zona leste, que prejudicava os consumidores em até 5% do volume comercializado era o Rede Cristal São Paulo Ltda. (avenida Ragueb Chohfi, 7.850 – Jardim Marilu).

Rede Cristal São Paulo Ltda. Rede Cristal São Paulo Ltda. / Divulgação/Secretaria da Fazenda

No interior do Estado, dois estabelecimentos tiveram suas inscrições estaduais cassadas por fraude volumétrica. Em Jaboticabal, no Auto Posto The One Service Ltda. (avenida Eduardo Zambianchi, 140), foi comprovado o percentual de até 9% a menos no volume abastecido nos veículos que compraram combustíveis.

Já em Jacareí, no Vale do Paraíba, o posto Solaris Serviços Automotivos Ltda. (avenida Siqueira Campos, 1.018) apresentou perda de volumetria em até 11% do combustível comercializado.

Auto Posto The One Service Ltda. Auto Posto The One Service Ltda. / Divulgação/Secretaria da Fazenda
Loading...
Revisa el siguiente artículo