Campanha de vacinação adiará retorno às aulas em São Bernardo

Unidades de ensino estão sendo usadas como postos de vacinação contra febre amarela

Por Metro Jornal ABC

A Prefeitura de São Bernardo decidiu manter a vacinação gratuita contra a febre amarela nas 102 escolas hoje e amanhã, além de estender por mais três dias no feriado prolongado de  Carnaval – de segunda a quarta-feira, das 9h às 16h. Dessa forma,  as aulas na rede de ensino municipal começarão somente dia 15 deste mês – antes seria dia 19.

Em reunião de quase três horas na Promotoria da Infância e Juventude ontem pela manha, representantes do Ministério Público e do Conselho Tutelar local queriam que o ano letivo iniciasse hoje na rede municipal, mas foram votos vencidos. A prefeitura defendeu pela continuidade da imunização nas unidades de ensino.

Sem consenso, o secretário de Saúde do município, Geraldo Reple, levou as sugestões dos dois órgãos públicos para discussão dos integrantes do comitê municipal de combate à doença. A decisão foi definida e divulgada no início da noite.

O titular da pasta alegou que a prioridade é vacinar o maior número de pessoas, principalmente depois que São Bernardo registrou o primeiro caso contraído dentro do município (autóctone),  confirmado na última segunda-feira – o morador apresentou melhora, mas até ontem permanecia internado no Hospital das Clínicas, na capital.

Por esse motivo, Reple argumentou que a adesão à vacinação nas escolas aumentou. De segunda-feira até ontem, 19.805 doses foram aplicadas nas unidades de ensino, segundo a prefeitura. Do início da campanha até ontem, 219.272 pessoas foram vacinadas em todo o município, que correspondem a 30% da meta (707 mil doses).

Além das escolas e de 34  unidades básicas, a prefeitura também estenderá a vacinação gratuita, a partir de hoje, para as nove UPAs (Unidades de Pronto Atendimento), que funcionam 24 horas.

Região só vacinou 24% do previsto

Nos dez primeiros dias da campanha de vacinação fracionada da febre amarela, o ABC imunizou 565.523 pessoas, número que corresponde a apenas 24% da população-alvo, segundo balanço divulgado ontem pela Secretaria de Estado da Saúde.

A meta, segundo o órgão estadual, é vacinar 2,3 milhões de pessoas na região até o encerramento da campanha, no dia 17 de fevereiro.

São Caetano encerra dia 23. Já Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra dia 24.  

Sto. André inicia aula sem uniforme

O primeiro dia de aula na rede de ensino de Santo André começou ontem com entrega simbólica de kits escolares, mas sem uniformes para cerca de 30 mil alunos, com idades até 10 anos, matriculados em 51 Emeifs  (Escolas Municipais de Educação Infantil e Ensino Fundamental) e 35 creches, entre próprias e conveniadas.

Em  reportagem do Metro Jornal de dezembro do ano passado, a prefeitura tinha prometido entregar os uniformes escolares também no primeiro dia de aula.

O prefeito de Santo André, Paulinho Serra (PSDB),  realizou ontem pela manhã a entrega simbólica dos kits escolares na Emeif Demercindo da Costa Brandão, no bairro Camilópolis.

Pelo Facebook, em transmissão ao vivo, Paulinho disse que conseguiu garantir a compra dos materiais, apesar das dificuldades financeiras.

Nos próximos dias, os kits (pastas) chegarão às demais escolas; os uniformes ainda não têm data prevista de entrega.  

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo