Prefeitura de São Bernardo ainda não fechou licitação para merenda escolar

Por BandNews FM

Com o processo de contratação suspenso, São Bernardo, no ABC paulista, não consegue fechar a licitação com a empresa que forneceria merenda para as escolas do município.

Nesta semana, a prefeitura da cidade decidiu adiar em uma semana a volta às aulas sob justificativa de usar as 102 unidades de ensino como postos de vacinação contra a febre amarela.

Mas, segundo a própria administração, a procura pela vacina nas 34 UBSs está abaixo da média – na última quinta-feira (1º) foi confirmado o primeiro caso da doença na cidade, a de um homem que esteve em Mairiporã; ele passa bem.

Com uma semana a mais para o retorno das aulas, a gestão de Orlando Morando, do PSDB, corre contra o tempo para garantir a alimentação para os alunos matriculados nas escolas da cidade.

De acordo com a prefeitura, uma das empresas concorrentes contestou a vitória da Soluções Serviços Terceirizados Eireli no pregão eletrônico e agora o Tribunal de Contas do Estado analisa o caso; não há prazo para a definição da empresa vencedora do pregão.

A reportagem da BandNews FM questionou o TCE, que ainda não disse o motivo da suspensão do pregão eletrônico.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo