Bicicletas em SP poderão ser pagas com Bilhete Único e alugadas por até 12h

Por Metro Jornal

A Prefeitura de São Paulo inaugurou nesta terça-feira (30) um novo sistema de empréstimo de bicicletas. O Bike Sampa, que opera em São Paulo desde 2012, agora terá um sistema mais moderno. Entre as novidades está que ele poderá ser pago com Bilhete Único e as bikes poderão ser utilizadas por 12h consecutivas.

Nesta terça foram entregues as primeiras 25 novas estações, com cerca de 250 bicicletas. A operação do novo sistema será feita pela empresa tembici., em parceria com o Itaú e a Prefeitura de São Paulo. A previsão é que até o fim do semestre sejam instaladas 260 estações, com 2.600 bikes.

Leia mais:
Bicicletas que geram energia elétrica podem virar realidade em SP
Boa notícia para os ciclistas: Bike Sampa ganha 25 novas estações

"O bike sharing é muito importante para a gente mudar a dinâmica de mobilidade da cidade, principalmente em São Paulo, onde a gente tem um grande fluxo de carros", aponta a superintendente de Relações Governamentais e Institucionais do Itaú, Luciana Nicola.

Uma das principais novidades é que cinco estações específicas contarão com cerca de 500 bicicletas, que poderão ser utilizadas por 12h consecutivas. A ideia é que os ciclistas possam diversificar os modais de transporte, levando a bike para casa e devolvendo no dia seguinte. A medida beneficia principalmente as pessoas que utilizam a bicicleta em combinação com outros meios, como ônibus e metrô.

"Uso a bicicleta como meio de transporte há mais de 10 anos. Eu não tenho carro, então uso para me locomover, junto com o transporte público da cidade. De vez em quando eu uso a integração com o metrô também", conta o jornalista Felipe Aragonês.

Para ele, a bike é um dos meios de transporte com mais benefícios ao usuário. "O preço é muito mais barato e é mais rápida. Além de outros benefícios, como a questão da saúde e de poder conhecer mais a cidade onde você mora", indica.

Justamente por isso, as estações com horário estendido de empréstimo ficarão junto aos terminais de ônibus de Itaquera, Tatuapé (zona leste), Capelinha, Jabaquara (zona sul) e Vila Nova Cachoeirinha (zona norte). Essas estações devem ficar prontas até o dia 2 de março.

A partir de agora, quem for utilizar o sistema de empréstimo deverá fazer um cadastro antes, para a compra de um plano de viagem. Há opções por dia (R$ 8), 3 dias (R$ 15), mês (R$ 20) ou o ano todo (R$160).

"Dependendo do tipo de passe que o usuário escolher, ele vai ter diferentes formas de utilizar o sistema. Caso escolha o passe anual ou mensal, ele vai receber em casa um cartão do Bike Sampa e, com esse cartão, ele vai direto na vaga e retira a bicicleta", explica o CEO da tembici., Tomás Martins.

O ciclista deve fazer viagens de até 60 minutos, com intervalo de 15 minutos entre elas. Caso essa regra seja desrespeitada, uma multa de R$ 5 será cobrada por cada hora excedente.

Os planos podem ser pagos com o cartão de crédito, boleto bancário ou pelo saldo do Bilhete Único. As bicicletas podem ser destravadas através de um cartão específico, entregue via Correios, ou com o próprio bilhete de transporte. Para isso, é preciso cadastrar o número do cartão no site.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo