Cerca de 400 pessoas participam de ato em Copacabana contra Lula

Por Estadão Conteúdo
Reprodução/Instagram
Cerca de 400 pessoas participam de ato em Copacabana contra Lula

Cerca de 400 pessoas se reúnem, desde as 19h desta terça-feira, 23, em um ato na Avenida Atlântica, em Copacabana (zona sul do Rio), para pedir a confirmação da condenação ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), em Porto Alegre, e a prisão do petista. O julgamento pelo tribunal será realizado nesta quarta-feira, 24.

O protesto está sendo promovido simultaneamente em várias cidades do País pelo Vem Pra Rua (VPR), uma das entidades que também realizaram atos pelo impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT).

No Rio, o grupo está reunido na altura do Posto 5 com faixas e cartazes pedindo a prisão de Lula. Em coro, muitos gritam "Lula, ladrão, seu lugar é na prisão", enquanto pedem que os veículos que transitam no sentido Leme buzinem para apoiar o protesto.

O grupo, que é observado pela Polícia Militar, tentou interditar pelo menos três vezes a Avenida Atlântica no sentido Leme, o que acabou ocorrendo às 18h55. Camelôs vendem caipirinhas, bandeiras e bonecos de Lula com roupa de presidiário (o Pixuleco), a R$ 10

Às 18h45, lideranças do MBL iniciaram discurso em cima de um carro de som estacionado na orla, pedindo aplausos à Polícia Militar e sugerindo aos participantes que comprem camisetas para colaborar com a entidade. Está prevista uma carreata a partir das 20h.

Loading...
Revisa el siguiente artículo