Febre amarela: Secretário diz que ainda é cedo para saber se vacina fracionada oferece menos risco

Por BandNews FM
Secretário estadual da Saúde, David Uip - Keiny Andrade (F)/Folhapress
Febre amarela: Secretário diz que ainda é cedo para saber se vacina fracionada oferece menos risco

A Secretaria Estadual da Saúde de São Paulo disse que são muito raras as reações à vacina contra a febre amarela. Até agora, três pessoas morreram depois de terem tomado a dose no estado. Outros seis casos estão sendo investigados.

Segundo o secretário, o médico infectologista David Uip, ainda é muito cedo para saber se a imunização fracionada oferece menos risco. O risco de morte para uma dose padrão é de um em 450 mil, de acordo com a pasta.

O secretário nega que o anúncio das mortes seja uma forma de desmotivar a procura nos postos: "Meu compromisso é com a verdade e a transparência. Essas pessoas que estão questionando me conhecem pouco."

Loading...
Revisa el siguiente artículo