Prefeitura de São Paulo adotará nova logística de distribuição de vacinas contra febre amarela

Por BandNews FM
EPA
Prefeitura de São Paulo adotará nova logística de distribuição de vacinas contra febre amarela

A prefeitura de São Paulo vai mudar a logística de distribuição de vacina contra febre amarela a partir de quinta-feira (25), início da campanha para aplicação das doses fracionadas na cidade.

O secretário municipal da Saúde, Wilson Pollara, não deu detalhes sobre como será a operação, mas disse que o objetivo é organizar a distribuição. Há dias, postos de saúde da capital têm registrado filas enormes com horas de espera. Segundo ele, a única medida a ser tomada por enquanto é tranquilizar a população.

O secretário afirma que apesar de a capital paulista receber uma onda de moradores de outros locais, não está prevista a exigência de comprovantes de residência na hora da aplicação das vacinas.

Leia mais:
São Paulo tem 3 mortes por reação à vacina da febre amarela
Para secretário de SP, pânico prejudicou campanha contra febre amarela

O número de mortes por febre amarela em São Paulo subiu pra 36 desde janeiro do ano passado – ao todo foram 81 casos registrados.

Um balanço da secretaria estadual da Saúde mostra que 900 mil pessoas já foram imunizadas até agora – dessas, três morreram por reação à vacina.

Loading...
Revisa el siguiente artículo