Para polícia, houve racha em morte de idoso na zona oeste de São Paulo

Por Metro Jornal

A Polícia Civil confirmou nesta quarta-feira que os motoristas responsáveis pela morte de um idoso no domingo, na zona oeste de São Paulo, estavam praticando racha. Oswaldo Borin, 79 anos, estava na faixa de pedestres quando foi atropelado.

Sidnei Oliveira dirigia um dos carros, mas disse que não viu o atropelamento e, por isso, não parou para prestar socorro. Ele vai responder em liberdade.

Um policial foi identificado como responsável pelo outro carro, que atropelou o idoso. Para a polícia, ele disse que não estava dirigindo e que o veículo havia sido roubado na mesma noite.

O atropelamento aconteceu sobre o cruzamento da avenida Pompeia com a rua Heitor Penteado, no Sumaré (zona oeste) às 19h47 do domingo, segundo câmeras de segurança do local. O idoso morreu na hora. Segundo familiares, ele tinha ido à igreja.

Testemunhas disseram à polícia que  dois veículos vinham em alta velocidade pela rua Heitor Penteado no momento do atropelamento. 

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo