Entenda por que os metroviários ameaçam entrar em greve amanhã

Por Metro Jornal

Os metroviários de São Paulo prometem uma paralisação de 24h nesta quinta-feira (18). Se confirmada – ainda haverá uma assembleia na tarde desta quarta-feira (17)  – a greve afetará os paulistanos que contam com o Metrô da capital paulista para se locomover. Mas por que os metroviários querem parar?

Leia Mais:
Metroviários de São Paulo marcam greve para a próxima quinta
Governo de SP promete operar maior número de estações, caso greve do metrô ocorra
Salário pode ser descontado por atraso em dia de greve no transporte?

O protesto é contra a privatização das Linhas 5-Lilás e 17-Ouro, a terceirização das bilheterias e o aumento das tarifas. Segundo a categoria, a privatização diminui o número de metroviários. O leilão das linhas está marcado para a próxima sexta-feira.

O TRT-2 (Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região) emitiu liminar determinando o funcionamento de 80% dos serviços do Metrô nos horários de pico (entre 6h e 9h e entre 16h e 19h) e de 60% nos demais intervalos.

 

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo