Jovem morta por inveja teria mandado indireta para suspeita no Facebook: 'Mal amada'

Por Metro Jornal

Uma jovem de 24 anos foi morta a facadas no último sábado (13), em Santos, litoral sul de São Paulo. Segundo familiares da vítima, Érica Oliveira da Silva e a suspeita do crime, Angélica da Cruz, eram vizinhas e teriam desavenças motivadas por inveja de uma vaga de emprego.

Na noite anterior ao assassinato, Érica compartilhou uma imagem no Facebook acompanhada de um texto, que seria uma indireta para a vizinha. "Está passando fome, meu bem? Me fala, que até cedo meu emprego pra você, já que está oferecendo até o corpo, que por sinal é um lixo. Aceita: quem nasceu para ser cachorro, morre latindo", escreveu.

As duas discutiam com frequência porque Angélica estava desempregada, enquanto a vítima trabalhava como assistente administrativa em uma empresa de comercialização de concreto em Monte Cabrão, bairro onde morava.

Érica de Oliveira da Silva facebook Reprodução/Facebook

O crime

Angélica estava cuidando de uma barraca de frutas em frente à própria casa no início da noite de sábado, quando avistou Érica e duas irmãs. A suspeita teria provocado a ex-amiga, que reagiu às ofensas. A discussão teria se agravado, até que o pai e o irmão da suspeita, apenas 10 anos, teriam imobilizado a vítima para que ela fosse atingida pelos golpes.

As irmãs de Érica, Débora Oliveira da Silva, de 32 anos, e Daniele Alves de Oliveira, de 27, também foram atingidas pelas facadas e continuam internadas em estado grave. Érica foi levada a um Pronto Atendimento Médico, mas já estava morta.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo