E se eu não pagar o IPVA em dia? Veja as consequências

Por Metro Jornal
Fotoarena/Folhapress
E se eu não pagar o IPVA em dia? Veja as consequências

Já é possível consultar o valor do IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores) de 2018. A data de vencimento da placa do veículo indica o dia em que o proprietário deve quitar o imposto em cota única (e, assim, conseguir um desconto) ou pagar a primeira parcela do tributo.

Para fazer o pagamento do IPVA é preciso comparecer a uma agência bancária credenciada, com o número do Renavam. O recolhimento do valor pode ser feito no próprio guichê ou ainda nos terminais de autoatendimento, via débito automático ou pela internet.

Mas o que acontece se você perder o prazo e não pagar o IPVA do seu veículo?

A primeira consequência é que, com o IPVA atrasado, o proprietário não pode fazer o licenciamento. Quem é pego com o licenciamente irregular, também pode ter o carro apreendido.

Ao atrasar o pagamento do imposto, o dono do  carro receberá um comunicado pelo correio com um prazo para quitar a dívida. Se não cumprir essa data, ele poderá ser negativo. Por ser uma dívida com o governo, em vez de ter seu nome incluído no SPC ou no Serasa, o nome estará na dívida ativa, que é uma execução fiscal onde ele poderá até mesmo perder o bem.

Ao não pagar o IPVA, o motorista não poderá mais dirigir o carro. Isso porque, se for parado pela polícia, terá que pagar além do imposto atrasado, os juros e as multas para regularizar a situação, além de cobrir os gastos dos dias em que o carro ficou parado no pátio do Detran.

Por isso, planeje-se e pague o IPVA em dia para evitar dores de cabeça e mais gastos.

Leia mais:
Veja como consultar e pagar o IPVA 2018 pela internet

 

Loading...
Revisa el siguiente artículo