Queixas sobre árvores lideram reclamações em São Paulo

Por Metro Jornal São Paulo

Demandas por serviços relacionados às árvores, como podas, cortes e remoções, lideraram no ano passado o número de pedidos não atendidos pelas prefeituras regionais e que chegaram até a Ouvidoria da Prefeitura de São Paulo.

De janeiro a dezembro, o órgão registrou 2.245 solicitações sobre árvores. O pódio foi completado pelas queixas sobre buracos de rua, com 2.123 pedidos, e pela remoção de veículos abandonados, com 1.002 protocolos.

O levantamento foi realizado pelo Metro Jornal com base nos quatro relatórios trimestres elaborados pela Ouvidoria em 2017.

A Ouvidoria é como uma segunda instância. Nos casos de zeladoria, os registros são de protocolos abertos por moradores que não tiveram atendimento das prefeituras regionais e buscaram o órgão para reclamar ou buscar mais informações.

A forte de chuva ontem derrubou uma árvore sobre um carro no Mandaqui (zona norte). Ninguém se feriu. Na segunda-feira, na Vila Mariana (zona sul), um tronco foi ao chão e atingiu uma mulher, que foi socorrida em estado grave.

A Secretaria das Prefeituras Regionais informou, em nota, que realizou 6% mais podas em 2017 (95,6 mil ante 89,7 mil em 2016) e que atendeu 55,4 mil solicitações da população pelo 156 – parte represada de anos anteriores. Sobre tapa-buraco, disse ter realizado 150 mil atendimentos e zerado o estoque de pedidos que aguardavam solução. A remoção de veículos saltou de 20,6 mil para 21,4 mil. 

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo