Febre Amarela: Vacina fracionada vai só a bairros do leste e do sul de SP

Por Metro Jornal
Fila em UBS no Planalto Paulista (zona sul) - Renato S. Cerqueira/Futura Press
Febre Amarela: Vacina fracionada vai só a bairros do leste e do sul de SP

A cidade de São Paulo não será toda incluída na nova campanha de vacinação contra a febre amarela que vai de 3 a 24 de fevereiro.

Segundo a Secretaria de Estado da Saúde, 2,5 milhões de pessoas serão vacinadas em distritos das zonas sul e leste (veja mapa), boa parte delas com a dose fracionada que o Ministério da Saúde vai enviar.

LEIA MAIS:
Vacina fracionada da febre amarela não vai valer para quem for viajar
Veja onde se vacinar contra a febre amarela em São Paulo

E por que não imunizar a cidade toda? “Só vamos vacinar quem está em área de mata, morando ou trabalhando. Quem está em área estritamente urbana não será imunizado”, disse Regiane de Paula, diretora do Centro de Vigilância Epidemiológica do Estado.

A Secretaria Municipal da Saúde destacou que nenhuma pessoa contraiu a doença na cidade até o momento.

Postos que não estão incluídos na campanha que já está sendo realizada, nas zonas norte, sul e oeste, tiveram filas ontem de pessoas buscando a vacina. No Butantã (zona oeste), uma discussão entre os pacientes e os funcionários chegou a ser iniciada. No Planalto Paulista (zona sul), a UBS Prof. Milton Santos também registrou filas na calçada.

Na visão do epidemiologista André Ricardo Ribas Freitas, 47 anos, da Sociedade Brasileira de Dengue e Arboviroses, “talvez fosse a hora de estender [a vacinação] para o Estado inteiro. É pouco provável que o vírus não vá chegar à Serra do Mar e ninguém vai pensar em se vacinar antes de ir para a praia”, exemplificou.  f.s.

arte febre amarela Arte / Metro Jornal

Loading...
Revisa el siguiente artículo