Polícia prende mulher que enganava idosos para assaltar casas em Campinas

Por Metro Jornal
Divulgação/SSP
Polícia prende mulher que enganava idosos para assaltar casas em Campinas

Uma mulher de 42 anos foi presa pela Polícia Civil na manhã da última terça-feira (9), acusada de furtos a residências de idosos em Campinas, no interior de São Paulo. Para conquistar a confiança das vítimas e conseguir entrar nas casas, a mulher se passava por benzedeira, agente de saúde ou do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis). Além de dinheiro, as vítimas também tinham joias e objetos de valor furtados.

A prisão foi feita após um assalto à casa de uma idosa de 86 anos. A mulher havia pedido para usar o banheiro do imóvel e falou que benzeria todos os cômodos da residência, quando foi até o quarto e pegou uma bolsa com R$ 850.

Ela estava foragida desde dezembro de 2016, quando saiu temporariamente da prisão para o Natal e nunca mais voltou. Contra a acusada já havia um mandado de captura pelos crimes de roubo, furto, porte de arma e estelionato.

O caso foi registrado como furto qualificado a residência. A mulher foi encaminhada à cadeia de Paulínia. Segundo a Polícia Civil, com a prisão, foram esclarecidos 10 casos de furtos a residências de idosos dos últimos nove meses. A investigação terá prosseguimento na tentativa de identificar outras vítimas.

Loading...
Revisa el siguiente artículo