São Paulo amanhece com chuva, mas previsão é de melhoria à tarde

Por Metro Jornal e Rádio Bandeirantes

Guarda-chuva a postos: numa semana típica de verão, os moradores de São Paulo devem conviver com chuva na semana quase toda. Hoje, aliás, o dia começa chuvoso como ontem e domingo.

Apesar de não ter havido estado de emergência para alagamento ontem, a chuva sem parar deixou o solo encharcado, e o CGE (Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas) alertou para aumento do potencial para deslizamentos de terra nas áreas de risco. Ontem, os bombeiros atenderam a 14 ocorrências de queda de árvore ao longo do dia, um deles com uma vítima mais grave (leia abaixo).

Hoje, segundo Thomaz Garcia, meteorologista do CGE, o dia começa chuvoso de novo, mas à tarde deve ter melhoria. Na quarta-feira, de acordo com Garcia, a tendência é de sol entre nuvens, mas do meio para o fim da tarde tem chuva: em forma de pancada e isolada. “A chuva pode ser forte, mas não generalizada”, disse Garcia. E na quinta? Um dia semelhante a quarta-feira.

Até ontem, segundo o CGE, havia chovido 40 mm, 16% da média do mês.

Queda de árvore deixa mulher em estado grave

Na manhã de ontem, uma árvore caiu e atingiu uma mulher de 23 anos na rua Sampaio Viana, na Vila Mariana (zona sul).

Ela estava tomando café da manhã dentro do galpão da empresa com outros funcionários e todos correram quando a árvore desabou, mas ela acabou sendo atingida na perna. Segundo o Corpo de Bombeiros, ela foi encaminhada para o Hospital das Clínicas em estado grave. A vítima foi operada e não corre risco de morte.

A empresa que foi atingida disse ter pedido a avaliação da árvore. A prefeitura, por outro lado, disse que o terreno é particular e não há pedido para tirar a árvore.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo