Tire suas dúvidas sobre a febre amarela

Por Metro Jornal

A febre amarela vem preocupando a população de todo o Estado de São Paulo. Após a confirmação de doze mortes causadas pela doença, a Secretaria de Estado da Saúde anunciou nesta segunda-feira (8) que será liberada a vacinação para todo o Estado – em dose única, nas áreas de risco, e fracionada (que imunizam por nove anos) nas demais regiões do Estado.

Mas você conhece, de fato, essa doença? O Metro Jornal reuniu alguns tópicos para te ajudar a tirar as dúvidas sobre a febre amarela.

Como é transmitida a febre amarela?

Pela picada de mosquitos transmissores infectados.

Quais são os primeiros sintomas?

Geralmente, a pessoa infectada não chega a apresentar sintomas ou os mesmos são muito fracos. Os primeiros são febre, dor de cabeça, calafrios, náuseas, vômito e dores no corpo por cerca de três dias. A manifestação mais grave da doença pode aparecer após alguns dias de bem-estar na forma de icterícia (a pele e os olhos ficam amarelos), insuficiência renal e hepática e hemorragias.

Todo mundo deve tomar a vacina?

Pessoas com mais de nove meses e até 60 anos de idade que moram ou irão viajar para área rural, de mata ou silvestre. A vacina pode ser tomada em uma UBS (Unidade Básica de Saúde) e é oferecida gratuitamente.

Veja as excessões:
– Gestantes;
– Bebês com menos de 6 meses (e mulheres que amamentam crianças até essa idade);
– Alérgicos a ovos e derivados;
– Imunodeprimidos por doenças como câncer e Aids ou por tratamento, como no caso de radioterapia e quimioterapia;
– Pessoas com doenças autoimunes devem ser avaliadas caso a caso.

A partir do momento em que tomei a vacina, já estou imunizado?

Não, a vacina tem sua eficácia garantida 10 dias após a vacinação e a proteção dura 10 anos.

A febre amarela é contagiosa?

Não, a doença é transmitida somente pela picada de mosquitos infectados com o vírus.

A vacina tem efeitos colaterais?

Sim. Em algumas pessoas, o medicamento pode provocar dor de cabeça, febre e mal estar.

Posso contrair a doença em qualquer época do ano?

Um maior número de casos de febre amarela é registrado de dezembro a maio, período com maior índice de chuvas e aumento da proliferação do vetor. Por isso, é importante reforçar a prevenção nesta época.

Como é feito o tratamento?

O paciente é hospitalizado e recebe tratamento para amenizar os sintomas, que consiste na reposição de líquidos e das perdas sanguíneas, quando indicado. Em casos mais graves, ele deverá ser encaminhado para uma UTI (Unidade de Terapia Intensiva). A febre amarela pode ser fatal.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo