Bilhete Único: sábado é o último dia para carregar com preço velho

Por Metro Jornal
Cesar Ogata/Secom/PMSP
Bilhete Único: sábado é o último dia para carregar com preço velho

A partir da 0h do próximo domingo, a passagem unitária dos ônibus, trens e metrô de São Paulo vai subir de R$ 3,80 para R$ 4, um aumento de 5,26%.

Se não dá para escapar do aumento, é possível pelo menos, com o bilhete único e os bilhetes fidelidade do Metrô e da CPTM (trem), deixar para sentir esse aumento.

Quem carregar seu bilhete até as 23h59 do próximo sábado vai pagar as tarifas atuais (R$ 3,80), enquanto o saldo carregado antes da vigência do reajuste durar.

Mas não dá para fazer uma “poupança” muito longa, porque  há limites na recarga do bilhete único. Se você for colocar créditos do tipo comum, pode inserir no máximo R$ 300 por dia e ter até R$ 350 acumulados no bilhete. Mas, depois de carregados, podem ser usados a qualquer momento –não têm prazo de validade.

Segundo a SPTrans, o limite foi colocado como uma das medidas para evitar fraudes com os cartões.

Outra alternativa, que é comprar mais de um bilhete, também tem uma limitação. Nos pontos de venda oficiais da SPTrans, em postos da empresa ou nos terminais de ônibus, a venda de  bilhetes únicos é limitada a um cartão por pessoa.

O cartão custa R$ 3,80 e, para adquiri-lo, a pessoa precisa fazer um carregamento mínimo de cinco passagens. Ou seja, até sábado, ele sai por R$ 22,80.

Loading...
Revisa el siguiente artículo