Quadrilha usa motos roubadas para fazer arrastão nas ruas da zona leste de São Paulo

Por Metro Jornal
Celulares encontrados com receptador na zona leste da Capital - SSP/SP
Quadrilha usa motos roubadas para fazer arrastão nas ruas da zona leste de São Paulo

 

Agentes da Polícia Civil que investigam ataques de motoqueiros nas ruas da zona leste da Capital encontraram em uma casa do Conjunto Habitacional Teotônio Vilela dezoito celulares e três motos roubadas.

No local, foi preso um homem que confessou aos policiais que comprava celulares e motos roubadas de uma quadrilha que age na região. Segundo a polícia, ela já fez  pelo menos 12 vítimas. O rapaz indicou outros dois endereços onde estariam outros envolvidos no esquema.

Nos endereços, os agentes encontraram uma Honda Hornet CB 600 F, também com queixa de roubo, uma Honda/CG 150 FAN, que foi usada nos ataques, e uma Yamaha XJ6 com placa dublê, também roubada.

"É uma quadrilha que faz arrastões para roubar transeuntes utilizando as motos roubadas", afirmou o delegado Mário Palumbo, supervisor do Garra.

LEIA MAIS:
Suspeito de matar menino no réveillon é solto; polícia pede perícia de arma
Comerciante e guardas trocam socos e tiros em elevador no litoral

Todos os celulares e as motocicletas foram apreendidas. O homem foi levado à 1ª Delegacia Patrimônio (Investigações sobre Roubo e Latrocínio) do Deic e preso por receptação.

A 1ª Delegacia prossegue com as investigações para identificação e prisão dos envolvidos na quadrilha.

Loading...
Revisa el siguiente artículo