Novo viaduto do M’Boi Mirim já está aberto para o tráfego de veículos

Por Band.com.br

Já está aberto para o tráfego de veículos o novo viaduto do M’Boi Mirim, na zona sul de São Paulo. A cerimônia de inauguração da obra foi cancelada após a estrutura receber dos vereadores de São Paulo o nome de Marisa Letícia, ex-primeira-dama do Brasil.

Não há, nem no viaduto e nos acessos a ele, nenhuma placa mencionando o nome da mulher do ex-presidente Lula, que faleceu em 2017 em decorrência de um AVC.

Leia mais:
Veja como consultar o valor do seu IPVA de 2018
Rebelião deixa nove mortos e 14 feridos em presídio de Goiás

Em nota, o prefeito de São Paulo, João Doria, reconheceu que a escolha do nome é prerrogativa da Câmara e fruto de um acordo entre a maioria dos parlamentares. Mas apesar de respeitar, Doria disse, em nota, discordar da decisão que considera “uma injusta homenagem a alguém envolvido no maior escândalo de corrupção do país”.

Doria também ressaltou que Marisa Letícia nunca morou na capital paulista, nem jamais lhe trouxe qualquer benefício.

O projeto de lei foi sancionado na semana passada pelo prefeito em exercício, Milton Leite. O viaduto começa na Estrada do M’Boi Mirim e termina na confluência da avenida Luiz Gushiken – outro nome ligado ao PT, ex-deputado federal e ex-ministro, morto em 2013 – com a rua Adilson Brito.

No caso de Marisa Letícia, a ex-primeira-dama era ré em dois processos da Operação Lava Jato. Depois de sua morte, o juiz federal Sergio Moro, responsável pelos processos da Lava Jato em Curitiba, extinguiu a punibilidade dela em as ações.

Já há na Câmara um projeto do vereador Fernando Holiday, do DEM, para tirar o nome de Marisa Letícia do viaduto.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo