Santo André já trocou 200 kg de lixo por comida

Por Metro Jornal ABC

O projeto Moeda Verde, que troca recicláveis por alimentos hortifrúti em Santo André, já alcançou a marca de 200 kg recebidos pelos agentes do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) por moradores do Núcleo dos Ciganos, local escolhido para receber o projeto piloto da iniciativa. Foi realizada ontem terceiro dia de trocas do programa no bairro – a ação ocorrer quinzenalmente.

Segundo a prefeitura,  na primeira atividade foram recebidos 75 kg de recicláveis e na segunda, 150 kg. Ontem, que teve a presença da primeira-dama e presidente do Núcleo de Inovação Social, Ana Carolina Barreto Serra, foram cerca de 25 kg.

Ao entregar 5 kg de resíduos recicláveis ao Semasa, o morador leva para casa 1 kg de alimento fresco doado do Banco de Alimentos de Santo André. Na ação de ontem, as opções para os beneficiários do programa eram manga, batata, espinafre, couve e beterraba.

Incentivo à coleta

A prefeitura e o Semasa também firmaram parceria ontem com as cooperativas de catadores de lixo Coopcicla e a Cidade Limpa, que serão recompensadas pelo município pelo seu desempenho, tendo o pagamento de bônus de R$ 45,12 para cada tonelada de resíduo reciclável que deixar de ser aterrado.

Outra novidade é que as duas entidades passarão a atuar em dois turnos de trabalho no aterro sanitário municipal: das 6h às 14h e das 14h às 22h.  

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo